GPS Agrícola: tudo que você precisa saber sobre o braço direito dos produtores na era da agricultura de precisão

Sendo uma das tecnologias do campo mais utilizadas no cotidiano de todo produtor rural, o GPS agrícola coleta diversas informações de uma propriedade rural e permite ao agricultor uma tomada de decisões com uma maior assertividade.

Lançado nos Estados Unidos no meio da década de 90, o sistema de GPS (sigla para Global Positioning System) tinha, inicialmente, perspectiva de auxílio a operações militares, utilizando sinais de satélite para oferecer a localização exata de pontos geográficos a qualquer hora do dia.

Após tornar-se gratuito, o uso civil do sinal GPS passou a ser cada vez mais importante para diversos ramos de atividades e a agricultura, obviamente, foi impactada pelo uso da tecnologia.

O que é o GPS Agrícola?

O GPS Agrícola nada mais é um aparelho que utiliza o sistema de localização geográfica para facilitar as operações mecanizadas na agricultura.

O aparelho consegue extrair diversos dados relativos à propriedade. Com esses dados, o agricultor consegue realizar as suas atividades com uma maior precisão, garantindo a qualidade das práticas agrícolas que influenciam diretamente na qualidade do produto final.

O GPS agrícola é um dos instrumentos mais importantes para a chamada agricultura de precisão.

Vantagens do GPS Agrícola

Antes de entender as vantagens do GPS agrícola, devemos citar algumas informações obtidas pelo aparelho, como:

  • informações sobre o relevo (altitude, posição geográfica, inclinação)
  • informações sobre o clima (velocidade e direção do vento, temperatura)
  • velocidade do maquinário durante sua utilização
  • áreas de pulverização

Com essas informações acima citadas, o GPS agrícola permite ao produtor agrícola:

  • otimizar as operações de plantio
  • aplicar precisamente de agroquímicos e colheita
  • minimizar fatores que reduzem a lucratividade.

Conhecendo esses pontos que já falamos, pode-se dizer que as principais vantagens práticas do uso do GPS diretamente relacionadas ao manejo das culturas são:

  • Controle de velocidade de semeadura

Um dos principais motivos para a ocorrência de falhas nas linhas do plantio está na velocidade inadequada de operação da plantadeira/adubadeira.

Atualmente, os sistemas de discos dosadores, apesar de exigirem certo conhecimento para regulagem adequada, permitem maior precisão de semeadura.

Porém, a velocidade excessiva no momento da operação pode ocasionar falhas nas linhas de plantio, com sementes depositadas em profundidades inadequadas (muito rasas ou muito próximas ao fertilizante), além de danos mecânicos que comprometem o desenvolvimento da cultura e resultam em queda da produtividade.

gps agrícola

  • Precisão na pulverização

A velocidade do vento, a umidade, a temperatura, a escolha e regulagem dos bicos, a altura da barra, a correta preparação da calda. Todos esses fatores são imprescindíveis para uma aplicação bem realizada, sem ocorrência de deriva e atingindo efetivamente o alvo (planta e solo).

Ademais, a velocidade de operação e o trajeto são fundamentais para que haja outro fator importantíssimo que é a sobreposição dos jatos e que se torna facilmente controlável com o auxílio do GPS agrícola.

O sistema de posicionamento permite ao operador executar a pulverização com exatidão, evitando deixar áreas sem aplicação ou com sobreposição diferente do recomendável. Esse processo proporciona economia tanto de combustível quanto de produtos químicos.

  • Qualidade da colheita

Seguindo a mesma lógica dos exemplos anteriores, o mapeamento da área via satélite favorece a economia de combustível e a precisão da colheita.

A velocidade de operação também se torna um fator importante a ser controlado para manter a qualidade dos grãos colhidos. Controlando a velocidade, o GPS agrícola evita quebras e injúrias que podem provocar danos físicos e danos latentes, que reduzem o valor do material.

Esse fato é ainda mais preponderante em campos de semente, já que estas são classificadas muito em virtude da sua fitossanidade e sua viabilidade.

gps agrícola

GPS Agrícola na Agricultura de Precisão

Em decorrência da sua grande utilidade, o uso do GPS agrícola está associado diretamente à agricultura de precisão.

Dentre as tecnologias disponíveis atualmente, podemos destacar 3 principais:

  • Mapas de fertilidade:

Sendo uma das maiores inovações dos últimos anos, o mapeamento de fertilidade do solo só é possível com o auxílio do GPS agrícola.

Para obter uma análise precisa da propriedade, o grid amostral necessita de exatidão nas coletas. Posteriormente, as aplicações em taxas variáveis permitem o melhor aproveitamento dos recursos, com boa economia de insumos.

  • Operações mecanizadas:

A economia de combustível e de agroquímicos, o plantio e a colheita eficientes, preservando sementes e grãos, são maximizados com o uso da tecnologia e das operações mecanizadas.

Com essas operações, a velocidade de trabalho ideal para cada operação é mantida. Além disso, medição de dados topográficos e climáticos e orientação espacial reduzem significativamente as perdas por quebra de grãos (colheita), por falha de plantio e por pulverizações com deriva, por exemplo.

gps agrícola
  • Manejo da Água

As operações de terraceamento e plantio em curvas de nível favorecem o controle de erosão. Com isso, preservam-se os atributos físicos e químicos dos solos, além de evitar o assoreamento de rios e lagos próximos à região do cultivo.

O manejo da água, então, só é possível graças ao uso do GPS agrícola. Um dos exemplos dessa tecnologia já aplicada no mercado é o sistema de Water Management, oferecido pela Trimble.

Como escolher o GPS Agrícola?

Para escolher em qual GPS se deve investir, alguns fatores precisam ser levados em consideração.

  • Custo/benefício

O produtor deve avaliar se o custo de implantação e manutenção do sistema suprirá as reais necessidades que sua lavoura demanda.

O tamanho da área, a declividade, a qualidade do maquinário à disposição, as médias de produtividade, enfim, o nível tecnológico global deve ser analisado com critério para que o equipamento seja realmente útil para as condições da área.

  • Assistência técnica:

O serviço disponível deve possuir assistência técnica de qualidade e fácil acesso, 24 horas por dia.

Na agricultura, qualquer dia de atraso resulta em prejuízos significativos e que não são tolerados se o produtor deseja ter alta produtividade.

  • Fácil operação:

Não basta ter em mãos um acessório diferenciado se não souber usá-lo, certo?

Alguns equipamentos são mais complexos e exigem maior conhecimento do usuário, logo, a empresa deve fornecer treinamento ou suporte para garantir que o produtor tenha o melhor uso do aparelho.

  • Qualidade do sinal

Um bom GPS agrícola funciona em qualquer condição climática. Algumas operações agrícolas, como pulverizações de fungicidas e inseticidas são muito mais eficientes em dias nublados, por exemplo.

Logo, nestas condições, é crucial que o sinal do aparelho seja estável e não varie consideravelmente com as alterações climáticas.

  • Manutenção

A atualização do aparelho deve ser realizada com facilidade, podendo até mesmo, ser feita na casa do próprio produtor, via internet.

gps agrícola

Como operar um GPS Agrícola

O GPS agrícola funciona através do sistema de trilateração. Uma série de satélites orbitando a Terra envia sinais de rádio ao receptor (antena do trator), através do qual se permite calcular a distância do GPS até o receptor pelo tempo de deslocamento do sinal.

Com a interseção de vários sinais emitidos, é possível obter-se a localização geográfica precisa do maquinário.

Para colocar essa funcionalidade em prática, primeiramente, em uma área menor, o operador deve calibrar o aparelho. Para essa calibração, deve-se manter o trator alinhado de um ponto A até um ponto B, para formar uma linha guia e também detectar a largura de trabalho do trator.

Definida essa calibração, o operador recebe orientações luminosas no monitor para efetuar as manobras necessárias.

A diferença da condução manual para a automática é que, neste caso, é acoplado um motor ao volante, realizando as manobras sem o auxílio do operador.

Além da assistência técnica individualizada, há diversos cursos e demonstrações de equipamentos em dias de campo e feiras agropecuárias fornecidos pelas empresas ou pelo SENAR.

gps agrícola

Quanto custa o GPS Agrícola

Um GPS Agrícola possui uma variação de preços que está relacionada à tecnologia embutida no aparelho, o tamanho do monitor, precisão do sinal e suas funcionalidades.

Podem ser encontrados equipamentos de R$ 4 a R$ 9 mil, de diversas marcas.

A Trimble e AvMap da linha Farmnavigator são algumas empresas referência que fornecem bons equipamentos, com diversas tecnologias disponíveis.

GPS Agrícola usado ou novo?

Assim como qualquer equipamento eletrônico, a aquisição de um GPS agrícola usado precisa ser feita com critério.

Além do preço mais baixo, é importante buscar aparelhos com tecnologias atuais e que proporcionem comodidade ao agricultor.

É necessário, também, que esteja em bom estado de conservação, principalmente na recepção dos sinais e que seja de empresas confiáveis, com disponibilidade de assistência técnica competente para não se tornar mais uma dificuldade de gerenciamento durante a safra.

Quer saber mais sobre os GPS Agrícolas e entender qual se encaixa melhor na sua propriedade, fale conosco! Temos parceiros espalhados em todo o Brasil com descontos especiais para os visitantes do Tecnologia no Campo.

GPS Agrícola: tudo que você precisa saber sobre o braço direito dos produtores na era da agricultura de precisão

Sendo uma das tecnologias do campo mais utilizadas no cotidiano de todo produtor rural, o GPS agrícola coleta diversas informações de uma propriedade rural e permite ao agricultor uma tomada de decisões com uma maior assertividade.

Lançado nos Estados Unidos no meio da década de 90, o sistema de GPS (sigla para Global Positioning System) tinha, inicialmente, perspectiva de auxílio a operações militares, utilizando sinais de satélite para oferecer a localização exata de pontos geográficos a qualquer hora do dia.

Após tornar-se gratuito, o uso civil do sinal GPS passou a ser cada vez mais importante para diversos ramos de atividades e a agricultura, obviamente, foi impactada pelo uso da tecnologia.

gps agricola

O que é o GPS Agrícola?

O GPS Agrícola nada mais é um aparelho que utiliza o sistema de localização geográfica para facilitar as operações mecanizadas na agricultura.

O aparelho consegue extrair diversos dados relativos à propriedade. Com esses dados, o agricultor consegue realizar as suas atividades com uma maior precisão, garantindo a qualidade das práticas agrícolas que influenciam diretamente na qualidade do produto final.

O GPS agrícola é um dos instrumentos mais importantes para a chamada agricultura de precisão.

Vantagens do GPS Agrícola

Antes de entender as vantagens do GPS agrícola, devemos citar algumas informações obtidas pelo aparelho, como:

  • informações sobre o relevo (altitude, posição geográfica, inclinação)
  • informações sobre o clima (velocidade e direção do vento, temperatura)
  • velocidade do maquinário durante sua utilização
  • áreas de pulverização

Com essas informações acima citadas, o GPS agrícola permite ao produtor agrícola:

  • otimizar as operações de plantio
  • aplicar precisamente de agroquímicos e colheita
  • minimizar fatores que reduzem a lucratividade.

Conhecendo esses pontos que já falamos, pode-se dizer que as principais vantagens práticas do uso do GPS diretamente relacionadas ao manejo das culturas são:

  • Controle de velocidade de semeadura

Um dos principais motivos para a ocorrência de falhas nas linhas do plantio está na velocidade inadequada de operação da plantadeira/adubadeira.

Atualmente, os sistemas de discos dosadores, apesar de exigirem certo conhecimento para regulagem adequada, permitem maior precisão de semeadura.

Porém, a velocidade excessiva no momento da operação pode ocasionar falhas nas linhas de plantio, com sementes depositadas em profundidades inadequadas (muito rasas ou muito próximas ao fertilizante), além de danos mecânicos que comprometem o desenvolvimento da cultura e resultam em queda da produtividade.

gps agricola

  • Precisão na pulverização

A velocidade do vento, a umidade, a temperatura, a escolha e regulagem dos bicos, a altura da barra, a correta preparação da calda. Todos esses fatores são imprescindíveis para uma aplicação bem realizada, sem ocorrência de deriva e atingindo efetivamente o alvo (planta e solo).

Ademais, a velocidade de operação e o trajeto são fundamentais para que haja outro fator importantíssimo que é a sobreposição dos jatos e que se torna facilmente controlável com o auxílio do GPS agrícola.

O sistema de posicionamento permite ao operador executar a pulverização com exatidão, evitando deixar áreas sem aplicação ou com sobreposição diferente do recomendável. Esse processo proporciona economia tanto de combustível quanto de produtos químicos.

  • Qualidade da colheita

Seguindo a mesma lógica dos exemplos anteriores, o mapeamento da área via satélite favorece a economia de combustível e a precisão da colheita.

A velocidade de operação também se torna um fator importante a ser controlado para manter a qualidade dos grãos colhidos. Controlando a velocidade, o GPS agrícola evita quebras e injúrias que podem provocar danos físicos e danos latentes, que reduzem o valor do material.

Esse fato é ainda mais preponderante em campos de semente, já que estas são classificadas muito em virtude da sua fitossanidade e sua viabilidade.

gps agricola

GPS Agrícola na Agricultura de Precisão

Em decorrência da sua grande utilidade, o uso do GPS agrícola está associado diretamente à agricultura de precisão.

Dentre as tecnologias disponíveis atualmente, podemos destacar 3 principais:

  • Mapas de fertilidade:

Sendo uma das maiores inovações dos últimos anos, o mapeamento de fertilidade do solo só é possível com o auxílio do GPS agrícola.

Para obter uma análise precisa da propriedade, o grid amostral necessita de exatidão nas coletas. Posteriormente, as aplicações em taxas variáveis permitem o melhor aproveitamento dos recursos, com boa economia de insumos.

  • Operações mecanizadas:

A economia de combustível e de agroquímicos, o plantio e a colheita eficientes, preservando sementes e grãos, são maximizados com o uso da tecnologia e das operações mecanizadas.

Com essas operações, a velocidade de trabalho ideal para cada operação é mantida. Além disso, medição de dados topográficos e climáticos e orientação espacial reduzem significativamente as perdas por quebra de grãos (colheita), por falha de plantio e por pulverizações com deriva, por exemplo.

gps agricola
  • Manejo da Água

As operações de terraceamento e plantio em curvas de nível favorecem o controle de erosão. Com isso, preservam-se os atributos físicos e químicos dos solos, além de evitar o assoreamento de rios e lagos próximos à região do cultivo.

O manejo da água, então, só é possível graças ao uso do GPS agrícola. Um dos exemplos dessa tecnologia já aplicada no mercado é o sistema de Water Management, oferecido pela Trimble.

Como escolher o GPS Agrícola?

Para escolher em qual GPS se deve investir, alguns fatores precisam ser levados em consideração.

  • Custo/benefício

O produtor deve avaliar se o custo de implantação e manutenção do sistema suprirá as reais necessidades que sua lavoura demanda.

O tamanho da área, a declividade, a qualidade do maquinário à disposição, as médias de produtividade, enfim, o nível tecnológico global deve ser analisado com critério para que o equipamento seja realmente útil para as condições da área.

  • Assistência técnica:

O serviço disponível deve possuir assistência técnica de qualidade e fácil acesso, 24 horas por dia.

Na agricultura, qualquer dia de atraso resulta em prejuízos significativos e que não são tolerados se o produtor deseja ter alta produtividade.

  • Fácil operação:

Não basta ter em mãos um acessório diferenciado se não souber usá-lo, certo?

Alguns equipamentos são mais complexos e exigem maior conhecimento do usuário, logo, a empresa deve fornecer treinamento ou suporte para garantir que o produtor tenha o melhor uso do aparelho.

  • Qualidade do sinal

Um bom GPS agrícola funciona em qualquer condição climática. Algumas operações agrícolas, como pulverizações de fungicidas e inseticidas são muito mais eficientes em dias nublados, por exemplo.

Logo, nestas condições, é crucial que o sinal do aparelho seja estável e não varie consideravelmente com as alterações climáticas.

  • Manutenção

A atualização do aparelho deve ser realizada com facilidade, podendo até mesmo, ser feita na casa do próprio produtor, via internet.

gps agricola

Como operar um GPS Agrícola

O GPS agrícola funciona através do sistema de trilateração. Uma série de satélites orbitando a Terra envia sinais de rádio ao receptor (antena do trator), através do qual se permite calcular a distância do GPS até o receptor pelo tempo de deslocamento do sinal.

Com a interseção de vários sinais emitidos, é possível obter-se a localização geográfica precisa do maquinário.

Para colocar essa funcionalidade em prática, primeiramente, em uma área menor, o operador deve calibrar o aparelho. Para essa calibração, deve-se manter o trator alinhado de um ponto A até um ponto B, para formar uma linha guia e também detectar a largura de trabalho do trator.

Definida essa calibração, o operador recebe orientações luminosas no monitor para efetuar as manobras necessárias.

A diferença da condução manual para a automática é que, neste caso, é acoplado um motor ao volante, realizando as manobras sem o auxílio do operador.

Além da assistência técnica individualizada, há diversos cursos e demonstrações de equipamentos em dias de campo e feiras agropecuárias fornecidos pelas empresas ou pelo SENAR.

gps agricola

Quanto custa o GPS Agrícola

Um GPS Agrícola possui uma variação de preços que está relacionada à tecnologia embutida no aparelho, o tamanho do monitor, precisão do sinal e suas funcionalidades.

Podem ser encontrados equipamentos de R$ 4 a R$ 9 mil, de diversas marcas.

A Trimble e AvMap da linha Farmnavigator são algumas empresas referência que fornecem bons equipamentos, com diversas tecnologias disponíveis.

GPS Agrícola usado ou novo?

Assim como qualquer equipamento eletrônico, a aquisição de um GPS agrícola usado precisa ser feita com critério.

Além do preço mais baixo, é importante buscar aparelhos com tecnologias atuais e que proporcionem comodidade ao agricultor.

É necessário, também, que esteja em bom estado de conservação, principalmente na recepção dos sinais e que seja de empresas confiáveis, com disponibilidade de assistência técnica competente para não se tornar mais uma dificuldade de gerenciamento durante a safra.

Quer saber mais sobre os GPS Agrícolas e entender qual se encaixa melhor na sua propriedade, fale conosco! Temos parceiros espalhados em todo o Brasil com descontos especiais para os visitantes do Tecnologia no Campo.

Agroninja: pese o gado pelo seu celular
8 tecnologias que mudaram as atividades no campo
4 Formas de encontrar emprego no agronegócio
MAIS PUBLICAÇÕES
2018-07-29T22:35:29+00:00 0 Comments

About the Author:

Engenheiro agrônomo e mestre em manejo de culturas pela UFPR

Leave A Comment