Silagem de capim: descubra quais capins ensilar e suas vantagens nutricionais  

O interesse dos produtores pela silagem de capim tem aumentado. O objetivo principal da produção e utilização da silagem de capim é a redução de custos na pecuária leiteira, sem que haja prejuízo ao desempenho animal.  

O período de maior crescimento das plantas forrageiras tropicais é o das águas (verão). No período da seca (inverno), ocorre diminuição da disponibilidade de forragem devido à menor disponibilidade de água, radiação solar e temperatura. Assim, a quantidade e qualidade das pastagens não são suficientes, já que a demanda de alimento do rebanho é constante durante todo o ano. 

Por isso, no período da seca os animais geralmente perdem peso e ocorre diminuição da produção de leite. Uma alternativa para garantir alimento é ensilar o capim (excedente da época das águas ou capineira) e fornecer ao rebanho durante o período de escassez de forragem. Se você já entendeu o que é silagem, chegou a hora de conhecer a silagem de capim.

Qual tipo de capim posso ensilar?

Qualquer espécie de capim pode ser ensilada. Porém, para obter resultados satisfatórios, alguns critérios devem ser observados, como:

  • Produção de matéria seca (peso do capim sem água)
  • Valor nutritivo

Os principais capins utilizados para ensilar são os dos gêneros:

Brachiaria

As cultivares mais utilizadas no Brasil são: Marandu (braquiarão), BRS Paiaguás, BRS Piatã, Xaraés, Basilisk (decumbens/braquiarinha), Lanero, BRS Tupi, Kennedy (ruziziensis) e Angola. O teor de proteína bruta pode chegar a 14% da matéria seca e a produção matéria seca a 28 t/ha/ano.

silagem de capim
Fonte: Embrapa

Cynodon

O Tifton 68, Tifton 85, Coast Cross, Florakirk, Jiggs, Estrela Africana e Florona são as principais cultivares. O teor de proteína bruta é de 12% a 20% da matéria seca e a produção de matéria seca de 6 t/ha/ano a 20 t/ha/ano.

Panicum

Colonião, Mombaça, Tanzânia, BRS Zuri e Massai são as cultivares mais utilizadas. O teor de proteína bruta varia de 12% a 16% da matéria seca, enquanto a produção de matéria seca de 6 t/ha/ano a 44 t/ha/ano, dependendo das condições edafoclimáticas e de manejo da cultura.

Pennisetum

As principais cultivares de capim-elefante são: Cameroon, BRS Canará, BRS Capiaçu, Napier e Pioneiro. O valor de proteína bruta varia de 7% a 10% da matéria seca e a produção de matéria seca de 7 t/ha/ano a 60 t/ha/ano.

Vantagens da silagem de capim

Conforme a Embrapa Gado de Leite, os principais benefícios da silagem de capim são:

  • Contribui para o manejo racional de pastagens:

A suplementação volumosa (silagem de capim) do rebanho permite manter o número de animais na pastagem sem degradá-la.

  • Pode ser utilizada como única fonte de volumoso ou para suplementação volumosa:

A silagem de capim é uma boa fonte de fibras e tem valor nutritivo bastante próximo ao da forragem original.

  • Permite manter maior número de animais por área de pastagem:

A disponibilidade de volumoso, durante o período seco, permite a definição de estratégia de suplementação.

  • Permite armazenar alimento em um espaço pequeno:

Em um metro cúbico (m³) é possível armazenar de 500 a 600 kg de silagem de capim.

  • Permite manter a produção de leite estável no período de escassez de forragem:

Com a silagem de capim e estratégias adequadas de fornecimento de concentrados, a produção de leite não reduz durante a seca.

Desvantagens da silagem de capim

Ao compararmos a silagem de capim com a silagem de milho e sorgo, as principais desvantagens são:

  • baixo teor de carboidratos solúveis (2 a 4%)
  • baixo teor de matéria seca (20 a 24%)

As duas características dificultam a fermentação e resultam em silagem mais pobre em energia, pois não tem grãos.

Contudo, com a utilização de aditivos, pode-se melhorar o padrão de fermentação e o valor nutritivo da silagem de capim.

Quer saber como aumentar

a produção e a qualidade da

silagem na sua fazenda?

Saiba mais

Aditivos para silagem de capim

Os aditivos utilizados podem ser classificados em:

  • Aditivos estimulantes da fermentação:

São os inoculantes bacterianos. A função é aumentar a concentração de bactérias que propiciam uma fermentação mais eficiente.

Quanto à dosagem ideal, a mesma depende da concentração e do tipo de bactéria presente no inoculante. Os microrganismos Lactobacillus plantarum, Pediococcus acidilactici e Enterococcus faecium são os mais utilizados.

  • Aditivos nutritivos e absorventes:

Os inoculantes nutritivos e absorventes colaboram na elevação do teor de matéria seca, além de aumentar o valor nutritivo. Os mais utilizados são: fubá de milho, polpa cítrica desidratada e melaço em pó.

O objetivo principal da produção e utilização da silagem de capim é a redução de custos na pecuária leiteira, sem que haja prejuízo ao desempenho animal.

Mas, para que isto ocorra, o processo de fabricação da silagem (seja de capim, milho ou sorgo) precisa ser planejado. A silagem deve ser feita observando-se padrões de qualidade, pois caso isto não ocorra, o investimento não trará o retorno esperado.

O processo de compactação também não deve ser esquecido, seja com a utilização de tratores, no caso da silagem em superfície ou de trincheiras, ou com a utilização da máquina de silagem, no caso da silagem em sacos.

Portanto, busque sempre a assessoria de um profissional qualificado.

Quer ter desconto e saber

mais sobre o financiamento

da máquina de silagem?

Saiba mais

Quer saber mais sobre esse e muitos outros assuntos do mundo do Agronegócio?

Acompanhe o blog Tecnologia no Campo.

Fique por dentro dos próximos Eventos do ramo.

2018-07-22T17:06:37+00:00 2 Comments

About the Author:

Sâmila Esteves Delprete
Zootecnista, Mestra em Ciências Veterinárias e Técnica em Agropecuária

2 Comments

  1. Duarte Vilela 12/06/2018 at 10:27 - Reply

    Cara Samila. Poderia explorar o tema emurchecimento ou presecagem do capim antes de ensilar. Hoje temos boas máquinas que auxiliam esta pratica.

    • Tecnologia no Campo
      Tecnologia no Campo 02/07/2018 at 20:14 - Reply

      Olá, Duarte!

      Muito boa sugestão! Vamos sim produzir um conteúdo sobre a presecagem!

      Gratos pela ideia!

Leave A Comment