Tecnologia no Campo: 8 tecnologias que mudaram as atividades no campo de uma vez por todas

Tecnologia no Campo: 8 tecnologias que mudaram as atividades no campo de uma vez por todas

Tecnologia no campo: Descubra quais são as 8 principais tecnologias que estão transformando o campo e que ajudam os agricultores a obter os melhores resultados

A população mundial está em constante crescimento. Estimativas sugerem que em 2050 nós seremos quase 10 bilhões de pessoas no mundo. Os números assustadores não param por aí: a área disponível para produção agrícola e para pecuária será de 40% da área terrestre mundial.

Buscar por fontes de alimentos que consigam nutrir toda essa população é um dos desafios do século XXI, e a tecnologia no campo trabalha à todo vapor para que esse desafio seja vencido.

Para isso, velhos e ineficientes métodos de produção, como a pecuária extensiva, já estão sendo substituídos por modelos e tecnologias mais produtivas, como a pecuária intensiva e o compost barns.

Entender quais são as principais novidades e os pilares mais importantes para a nova agricultura, a agricultura de precisão, também chamada agricultura 4.0, é uma obrigação para o produtor que quer ter os melhores resultados e estar na frente nessa caminhada.

Nesse post você vai encontrar as 8 tecnologias mais populares e úteis para o agricultor, que estão traçando o caminho do trabalho no campo.

1. GPS Agrícola

Seria injusto começar nossa lista sem ser com essa ferramenta incrível. Desde 1990, quando começou a ser usado na agricultura, o GPS ajuda de diferentes formas o dia a dia dos operadores e produtores agrícolas.

O GPS agrícola não só facilita o trabalho do agricultor, mas também faz com que esse esforço seja mais preciso e com que os resultados sejam melhores.

Essa tecnologia de satélite, pioneira para a agricultura de precisão, permite com que o produtor ligue seu trator e comece a trabalhar literalmente a qualquer momento.

Vale lembrar que o GPS, que significa Sistema de Posicionamento Global, já não é a tecnologia mais avançada no que diz respeito à localização. O GNSS (Sistema de Navegação Global por Satélite) usa mais satélites e consegue ser mais preciso que o GPS.

2. Dispositivos Móveis na Agricultura

Pode parecer fora de lugar, mas a utilização de dispositivos móveis está diretamente relacionada à aplicação da tecnologia no campo e na agricultura de precisão.

Os dispositivos móveis mudaram as formas de interação entre as pessoas e as formas de trabalho. É praticamente impossível imaginar viver hoje em dia sem um celular.

Receber e controlar as informações do campo sempre foi importante, mas, com as novas tecnologias, fica cada vez mais significativo fazer com que essas informações cheguem rápido ao produtor. Os dispositivos móveis conseguem cumprir muito bem essa função.

3. Robótica na Agricultura

Mesmo estando disponíveis na agricultura nas mais diversas a atividades, a tecnologia no campo mais conhecida e bem sucedida até hoje para a robótica é a utilização de máquinas autônomas, controladas remotamente por telemetria.

Um exemplo é a tecnologia da empresa Fendt, do mesmo grupo da Massey Fergusson e da Valtra. Lançada nos Estados Unidos em 2011, essa tecnologia conecta duas máquinas por sinais de GNSS e faz com que uma máquina siga a outra com uma distância de segurança. Assim ela permite que apenas um motorista controle duas máquinas.

4. Irrigação Agrícola

A escassez de água é um tema que tende a ficar cada vez mais comum, e a agricultura vem se adaptando dia após dia para minimizar os prejuízos. Os sistemas de telemetria permitem que agricultores controlem remotamente e precisamente a irrigação da lavoura.

As novas tecnologias no campo para a irrigação conseguem economizar água, tempo, combustível e o desgaste nos veículos. Cada vez mais os agricultores conseguem integrar os dados de umidade e meteorológicos para aplicação da rega de taxa variável (VRI).

tecnologia no campo

5. Internet das Coisas na Agricultura

A Internet das Coisas (IoT) tem sido um tema muito discutido nos últimos anos. Simplificadamente definida pela conexão de aparelhos gerando uma rede de informações úteis ao usuário, essa tecnologia já vem sido usada há muito tempo em outras áreas, e a agricultura não ficou para trás.

Sendo um dos pilares para a agricultura de precisão, a Internet das coisas consegue integrar diversas informações do campo, como:

  • Localização geográfica
  • Previsões meteorológicas
  • Dados do solo
  • Dados das máquinas em atividade

Com esses dados, dependendo da necessidade do solo ou da máquina, ou mesmo da previsão meteorológica, o agricultor consegue tomar decisões mais rápidas que impactam diretamente nos resultados.

A Agrotools é um empresa brasileira que já utiliza dessa tecnologia no campo para conectar e maximizar os resultados de mais de 1 milhão de fazendas no mundo.

6. Sensores na Agricultura

Do que adianta conseguir controlar todas as máquinas e ter a irrigação toda automatizada se não se tem informações sobre o que está acontecendo no campo?

Os sensores conseguem avaliar a umidade, a compactação, a fertilidade e a temperatura das plantas, além de dados meteorológicos, localização de ervas daninhas e infestação de doenças e pragas. Todas essas informações fazem com que o agricultor esteja preparado e consiga planejar bem melhor o cultivo.

A Trimble é um exemplo de aplicação de sensores. A empresa desenvolveu o WeedSeeker, um sensor de pulverização seletiva de ervas daninhas, que localiza essas ervas e aplica os herbicidas pontualmente. Com esse equipamento, a empresa garante que o produtor consegue economizar até 90% dos gastos com produtos químicos.

7. Aplicação em taxas variáveis

Mesmo sendo uma tecnologia já há mais tempo no mercado agro, a aplicação de insumos em taxas variáveis garante uma produção mais uniforme e ajudam a aumentar o rendimento médio de sacas por hectare nas lavouras.

Para aplicação dessa tecnologia é necessário fazer todo um estudo da região, com mapas de fertilidade, mapas diagnósticos e mapas de aplicações. Essas informações são essenciais para o sucesso da agricultura de precisão.

Algumas empresas, como a Drakkar, são pioneiras nessa tecnologia no campo e disponibilizam várias alternativas para gerar mais produtividade ao produtor.

8. Drones na Agricultura

O uso de drones na agricultura se torna cada vez mais comum. A Hórus Aeronaves, por exemplo, é uma empresa que usa dessa tecnologia para suprir as necessidades dos agricultores.

Os chamados VANTs (Veículos Aéreos não Tripulados) são drones que conseguem identificar pragas e doenças, além de localizar deficiência nutricional em partes específicas da lavoura. Com essas informações, o agricultor pode controlar precisamente a distribuição dos insumos.

tecnologia no campo

2018-05-16T01:01:01+00:00 1 Comment

One Comment

  1. Customizar Roupas Infantil 18/05/2018 at 3:38 PM - Reply

    Parabéns pelo site! Excelente conteúdo!Vou acompanhar a partir de agora. Sucesso!

Leave A Comment